quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Não como soja! Entenda por que.

Oi, gente!!

Hoje vou responder a um questionamento de algumas pessoas e, especialmente, de uma velha amiga, a Eliza Garcia Delazare, que acabou de ter uma bebezinha linda! Parabéns Eliza!! As perguntas são sobre o por que de eu não consumir soja e não prescrever soja para ninguém. Já disse isso por aqui, mas ainda não havia feito um post sobre o assunto, depois de um pedido dessa minha amiga, resolvi escrever o que sei e o que EU acredito, ok.


A soja, ultimamente, vem sendo vista como a heroína da alimentação saudável, figurando plenamente pelas dietas por aí, menos na minha e da minha família. A soja é consumida há milênios na culinária oriental, mas em sua forma benéfica que é a fermentada (shoyo - considere os níveis de sódio alto, ok  - e missô, molhos derivados de um processo de fermentação da soja). O grão da soja é rico em substâncias que inibem a enzima tripsina, que é essencial na digestão pois é responsável por quebrar as proteínas. Sem digerir bem as proteínas, o organismo fica vulnerável a doenças.

Além dessas substâncias, a soja contém hemaglutinina, que aumenta a viscosidade do sangue e a probabilidade de coagulação. Também encontramos fitatos ou ácidos fíticos (presentes em todas as sementes), que impedem a absorção de substâncias vitais como magnésio, ferro, cálcio e zinco. Os problemas que podem surgir são vários: enxaquecas, osteoporose e anemia. Produtos à base de soja tem sido recomendados à mulheres na menopausa, como coadjuvante na reposição hormonal e para prevenir osteoporose. Ãnnn? Como se ele tem muitos fitatos que não permitem a absorção de cálcio? Além disso, provocará um aumento de estrogênio sem a oposição da protetora progesterona (vou explicar isso aí embaixo). 
Sobre o leite de soja, então, parece ser dos piores: o preparo destrói as proteínas, não elimina os antinutrientes e utiliza substâncias a base de petróleo, cancerígenas. Além disso, contém fitoestrógenos. Mas o que são fitoestrógenos? Bem, posso explicar  assim: o prefixo “fito” representa algo que vem das plantas e "estrógenos" são estruturas químicas diferentes estruturalmente dos hormônios estrogênios existentes no corpo humano. Fitoestrógenos são então substâncias que vêm das plantas e uma vez no corpo humano, exercem funções semelhantes a estes hormônios estrogênios, que por sua vez são hormônios que estão presentes abundantemente em mulheres e são responsáveis por características sexuais físicas do corpo feminino. O consumo exagerado de soja para o homem, já é provado cientificamente, que faz diminuir níveis de testosteronas, hormônio responsável pelas características masculinas.

Outro grave problema é o excesso de manganês. Esse excesso nem é uma conseqüência da industrialização, mas um problema inato do grão de soja. Tal mineral pode ser encontrado em concentrações 30 vezes maiores que a do leite humano. O excesso de manganês pode estar associado á déficit de atenção, dificuldade de aprendizado, distúrbios de comportamento e agressividade. Como esse é um aspecto inato da soja, talvez a única solução para acabar com esse problema seria não produzir mais esse tipo de manufatura alimentar. Nossa, ainda tem os efeitos negativos para a tireóide...Nossa! Muita coisa pra dizer, mas vou parar por aqui que acho que já foi o suficiente. Só mais uma coisinha: é interessante lembrar que a “febre da soja” e a estranha falta de discussão sobre seus males coincide com essa que é há anos a maior industria de agronegócio do Brasil.

Fontes: Blog Dr. Vitor Sorrentino e Site da UFRGS - Viés
Depois de expor a minha opinião sobre o assunto, pensem o que devem fazer. Acreditar, não acreditar? Não sei. Eu não arrisco e na minha casa não entra soja e acabou!
Monte de beijos!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Dica de amiga da semana: batons NYX

Oi, meninas!

A dica da semana é bem de menina mesmo, são os batons da NYX! Eu adoro! São muito hidratantes e as cores são lindas. Tenho quase todas! Eu sei que todo mundo vai dizer que os batons da MAC são melhores, mas tenho das 2 marcas e não sinto tanta diferença assim. As cores também são bem próximas e o custo-benefício dos batons NYX é muito melhor, precinhos bem camaradas!! Adoro!

Já escutei algumas meninas dizendo que não gostam dos batons da NYX exatamente porque são bastante hidratantes, mas agora, pra quem não gosta muito de batons "molinhos", existe a linha Matte da NYX. São muito bons e tem mesmo um toque mais seco.

Tem menos cores que o batom comum, mas tem umas cores lindas e ficam por bastante tempo na boca, mais que os batons  comuns com certeza.

Experimentem e me contem o que acharam!!

Monte de beijos!


domingo, 27 de outubro de 2013

Reunião de amigas é bom demais!

Olá!

Esse fim de semana foi de Confraria da Lagoa, uma confraria só de mulheres, de amigas.
Ah! Como é bom ter amigas! Como é bom ter uma vida além da porta da nossa casa, como isso é necessário! A mulher, geralmente, se casa (ou até começa a namorar apenas) e passa a viver a vida do outro, a ter vida social apenas com o companheiro ao lado e muitas vezes apenas com os amigos do companheiro. Vi isso acontecer com muitas amigas e aconteceu comigo também. Em certo momento, percebi que não tinha mais as minhas amigas, o meu círculo de amizades a ponto de meu marido me questionar: "mas quem são seus amigos? Não os conheço, nunca vi, nunca saímos juntos." 

É claro que esses questionamentos aconteceram em meio a uma briga, quando as pessoas costumam jogar na cara do outro o quê lhes doe, o quê lhes fere, e isso me atingiu fortemente. Ele tocou numa ferida que doía bastante e então resolvi mudar. 

Nunca tivemos problemas em sairmos separados para encontrar os amigos, meu marido costuma reunir-se com os seus todas as quintas-feiras e as vezes jogam poker outro dia da semana, mas eu parei de fazer o mesmo... Mas resolvi voltar e fui eu a criadora dessa Confraria! A primeira reunião foi na minha casa e foi divertidíssima!! Demos muita risada, falamos muitas besteiras e coisas sérias também.
Foi uma baguncinha boa demais! Segundo meu marido, que estava em casa e ouviu "quase" todas as conversas, nós falamos muito mais de homens que eles de mulheres! Hahaha!! E pior, falamos mal também!

O segundo encontro foi na casa de uma amiga especial, a Angela. Ela nos recebeu com a casa toda decorada para nós e até uma dinâmica de grupo ela preparou, trocamos presentinhos que ela, com muita singelesa, comprou para cada uma, rolou até emoção, chororô! Nessa edição tivemos a presença de novas componentes e a ausência de outras, mas a diversão foi garantida e as ausências foram sentidas, tanto que ficamos mandando fotos e conversando com as ausentes pelo nosdo grupo no Whatsapp.
Trocamos ideias, experiências, piadinhas... Ter amigas é bom demais! Se sua vida passou a ser a vida de outra pessoa, repense! Há vida além do seu relacionamento, há vida atrás da porta da sua casa, ainda há vida dentro de você!

Monte de beijos!

Manual PRÁTICO das papinhas

Oi, mamães e papais!

O assunto hoje é alimentação dos nossos tesouros. O título do post é "manual prático" porque, embora eu seja nutricionista, nutrição infantil nunca foi meu forte, entretanto, aprendi muito NA PRÁTICA, na tentativa e erro e no quê sabia de informações teóricas sobre o assunto. Vou confessar que muito do que faço é por recomendação de expert, minha mãe! Hahaha! Afinal, fez comida para 3 e sempre fomos muito saudáveis, ou seja, deu certo, então juntei o quê sabia com os ensinamentos da minha mãe, joguei tudo no caldeirão e criei minha forma de fazer a comida do meu filho.

Esse fim de semana fiz a comidinha do Tuco, mas, geralmente, quem prepara é a Leninha, minha secretária, mas nos primeiros meses em que o Arthur começou nas papinhas, fui eu mesma que preparei e ensinei a ela como gostaria que fosse feito. Nos fins de semana essa atribuição ainda é minha.

Fiz um post há um tempo atrás sobre a alimentação do meu pequeno, fui até bem específica, mas não expliquei como fazia, as receitas das papinhas. Hoje que o Tuco tem 1 ano e 2 meses, já não come mais papinha, mas sim legumes cozidinhos com carne e arroz (ou macarrão) com feijão. Vou passar o passo-a-passo para vocês. Essa receitinha é de uma papa salgada sem carne. Costumo fazer sem carne pelo menos no domingo, pois costumamos almoçar fora ou na casa da minha mãe e o Tuco costuma atacar a carne dos nossos pratos! Veja ele atacando meu prato de moqueca com arroz:
Bem, nessa sopinha coloquei batata inglesa, abobrinha, abóbora madura, tomate, brócolis e couve. Sempre escolho verduras de cores diferentes e em todas as papas coloco tomate sem pele e sem caroço, devido à boa quantidade de lucipwna que ela tem.
Para temperar uso sempre cebola, alho e uma pitada de sal (aqui uso sal light, que tem menos sódio). Pra iniciar, lavo tudo bem direitinho e pico em pedaços pequenos, a couve pico beeeem pequenininho porque não retiro mais a folha após o cozimento, nessa fase, as crianças devem comer as folhas, até cruas se possível, mas crua o Tuco não gosta muito ainda.
Refogo a cebola e o alho em uma colher de sobremesa de óleo até ficarem transparentes, não tem necessidade de fritá-los, e depois refogo o tomate. Costumo fazer isso porque já notei que meu filho não gosta muito do tomate (o "tate" como ele diz) e assim ele quase derrete no meio das outras verduras. Se for acrescentar carne, adicione antes do tomate, dê uma boa selada, não precisa fritar. Costumo colocar em pedaços grandes para ficar fácil tanto para retirar quanto para picá-la. Se for colocar peixe deixe para acrescentá-lo por último,pois  cozinha muito rápido.
Logo após, refogo a batata, a abobrinha e a abóbora madura colocando água até quase cobrí-los. Quando ele era menor e precisava que sobrasse caldo para fazer uma papa molinha, colocava um pouco mais de água.
Cozinho em fogo médio e, quando já está quase tudo macio, coloco as outras verduras, nesse caso o brócolis e a couve. Sempre fiz assim porque o brócolis cozinha muito rápido e se desfaz completamente se deixado por muito tempo no fogo e as folhas, qualquer uma, podem perder suas propriedades se cozidas por muito tempo em água, pois são bem sensíveis. Uma observação importante é que até os 9 meses, mais ou menos, eu deixava as folhas inteiras, as colocava bem no fim do cozimento e as retirava depois.
Termino o cozimento esperando o caldo secar um pouco. É importante lembrar que não é interessante usar água demais no cozimento nem cozer com a panela aberta, pois essas 2 atitudes podem fazer com que algumas vitaminas hidrossolúveis se percam.

E a sopa ficou assim:
Nada derreteu, as verduras estão cozidas, mas firmes. No momento da refeição, como não consigo preparar na hora, esquento na frigideira, evito o microondas, pois nele os alimentos tendem perder mais água e, consequentemente, mais vitaminas.

Com o Tuco, comecei com as papas salgadas aos 6 meses com apenas 2 verduras e sem sal. Cozinhava bem e peneirava, nunca usei liquidificador nem mixer, já que muitas vitaminas e minerais também são sensíveis ao processamento muito intenso, fora a perda das fibras. A medida que os dentinhos foram nascendo e ele foi aceitando, aumentava a variedade de verdurinhas e deixava cada vez mais pedacinhos inteiros, mudando a consistência, apenas cortando em pequenos pedaços como agora. 

Pessoal, essa é a minha forma de alimentar meu bebê. Cada mãe sabe o quê é melhor para seu filho, ok. Tem mães que acreditam que já devem dar a comida da casa para o bebê assim que ele inicia com a alimentação sólida. O Arthur já come muitas coisas sozinhos, com as próprias mãos, e da nossa comida, mas ele aceita muito melhor dessa forma que estou fazendo. Isso é tentativa e erro mesmo, então vou mesclando uma técnica com a outra e assim vamos!

Deixem suas dúvidas nos comentários.

Monte de beijos!



quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Dia da minha PRIMEIRA irmã!!

Oi, pessoal!

O papo hoje é sobre uma pessoinha (inha porque ela é a baixinha lá de casa!) muito especial, minha irmã Luísa, que completa hoje 19 anos. Olha ela aí toda linda na foto!

Meu Deus!! 19 anos que eu deixei de ser filha única! Passou tão rápido... Achava chato demais não ter irmãos e foi assim por 12 anos da minha vida, mas de repente, sem que eu esperasse, minha vida mudou por completo. Eu tinha um padrasto e uma irmã! Ela foi um dos bebês mais lindos que já vi! Parecia aquelas boneconas que quem tem 30 e poucos como eu brincou muito.

No começo admito que não sabia muito bem o quê fazer com aquela criaturinha em casa, mas o tempo foi passando, fomos crescendo, brinquei muito, dei bronca (ai...me lembrei da história da tattoo escondida!), brigamos muito (muito mesmo, né) e foi brotando um amor incondicional (por você também, Laura!) e, quando dei por mim, a criaturinha já havia virado uma mulher linda, inteligente e cheia de vontades!

Hoje é uma futura e exemplar jornalista, disso tenho certeza (sempre disse que você deveria ser jornalista, não é mesmo?), uma mulher interessante, linda, dinda de consagração do Tuco e tia carinhosa e zelosa. E você sabe que por vocês (todos os meus irmãos) faço qualquer coisa, pois sou muito feliz por tê-los em minha vida! Principalmente você, Luli, que foi a primeira, a que me ensinou a amar um irmão!

Obrigada por ter entrado na minha vida! Te amo muito mesmo, apesar de todas as nossas diferenças! E vamos nos divertir muito na Espanha ano que vem!!!

Te desejo um aniversário lindo, divertido e cheio de festa, do jeitinho que você gosta! Muita felicidade na sua vida sempre!

Monte de beijos!


terça-feira, 22 de outubro de 2013

Pesquisas com animais x estilo de vida

Voltei, gente!

Esses dias tenho escutado muito as pessoas dizerem sobre defesa dos animais, vegetarianismo, veganismo, enfim, aquele caso do Instituto Royal trouxe à tona uma série de questões que tenho certeza que deixam as pessoas em dúvida, principalmente sobre questões alimentares. Desse assunto posso tratar com um pouco mais de propriedade porque sou nutricionista.

Quanto ao uso de animais como cobaias em testes científicos, é muito difícil e custoso os métodos alternativos hoje em dia, sem contar que se hoje tomamos remédios, é porque um dia foram testados em animais antes de serem liberados para uso humano. O quê rolou com o Instituto Royal é que usaram Beagles, cachorrinhos lindos e fofos para os experimentos. Ninguém se lembra quando milhões de ratos são usados em pesquisas. Eu mesma, na faculdade de nutrição, como matéria do currículo do curso, já abri e fechei ratinhos indefesos. O grande lance é que nossa sociedade gosta, ama cachorrinhos, são nossos pets, amiguinhos de estimação. Sou mãe de uma cadelinha e a amo demais e também não gostaria de ver Pinshers sendo usados como cobaia. Outra coisa é que aqueles animais que foram soltos pelos ativistas já estão infectados por doenças, já foram inoculados certamente morrerão fora dali, é triste, mas é a  verdade. Não sei bem em que condições se encontravam porque cada lugar que leio algo diz uma coisa diferente, parece que ninguém está sendo imparcial.

Bem, mas minha proposta é falar sobre alimentação, certo. Vamos lá. Quem são os vegetarianos? Aquelas pessoas que simplesmente não comem carne de nenhuma espécie. Quem são os ovolactovegetarianos? São pessoas que além de não comerem carne, não comem ovos nem leite e seus derivados. Quem são os vegans? São pessoas que tem por filosofia de vida a proteção aos animais, que além de não comerem carne nenhuma, não consomem nada, nada mesmo que venha de origem animal. Quando digo nada isso inclui couro (sapatos, bolsas, entre outros), qualquer derivado de leite de qualquer animal, qualquer produto que contenha compostos vindos de animais, ou seja, nada, nadinha mesmo!!!! Apenas produtos vegetais. 

Agora que já sabem o quê é cada tipo de alimentação, vou dar minha opinião. O ser humano tem 7 metros de intestino porque ele é um ser carnívoro. Nosso intestino é enorme pura e simplesmente porque precisamos de tempo suficiente para digerirmos carne e absorver nutrientes dos alimentos. Nossa constituição corporal precisa dos nutrientes da carne para se manter forte e saudável. Eu nunca serei vegetariana ou nenhuma dessas outras opções acima, acredito que precisamos, fisiologicamente falando, da carne, pois ela além de nos fornecer proteínas de boa absorção, também nos nutre com zinco, ferro (o da carne é 23% absorvido e o dos vegetais apenas 8%), vitaminas do complexo B (essenciais para a mulher principalmente). Assim, acho necessário o consumo moderado e variado de carnes de todos os tipos, de preferência menos gordurosas, de boa procedência e grelhadas, assadas ou cozidas. 

Não concordo com crueldades e coisas do tipo. Há conveções que tratam do uso de animais para experimentos para evitar sofrimentos. O quê são convenções? São regras e protocolos mundialmente estabelecidos para um determinado processo. Ah! Mas concordo com o fato de matar animais em abatedouros para consumo humano? Sim, concordo! Também há protocolos para isso, por isso digo para consumirmos carne de boa procedência. Esses animais são criados para consumo e, desde que a humanidade se reuniu em sociedade é assim, plantar e criar para subsistência. O mundo se tornou capitalista e resolveram matar todos os bichos para vender e comer cruelmente? NÃO! Pode até parecer assim, mas não creio que seja só isso. Temos que aceitar o mundo como ele é hoje.  Não vamos retroceder e voltar a cultura de subsistência, isso é pura utopia.

Não podemos juntar  "lé com cré", minha gente! Não sou a favor de crueldades com animais em pesquisas científicas e em em nenhuma outra situação, mas consumo carne sim e  isso não me torna hipócrita ou qualquer coisa do tipo. Escolha sua filosofia de vida, seu estilo de vida e siga em frente, meu caro. Só uma dica, se você quer levar uma vida dessas aí que citei acima, procure saber sobre suplementação, principalmente daqueles nutrientes que mencionei, ok. Evitem os julgamentos, combinado. E viva a diversidade!

Monte de beijos!! 

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Postura correta para execução de pranchas

Oi, gente!

Voltei, depois de um longo e tenebroso inverno, a fazer os vídeos sobre atividade física, mais especificamente de Pilates. Tenho visto algumas "aberrações posturais" por aí na net, fotos no Instagram, vídeos absurdos e também bizarrices na TV (aliás, é o quê mais tenho visto). As piores posturas que tenho visto tem sido na execução das pranchas. Já postei alguns vídeos com exercícios e vou listá-los abaixo e é só clicar para assistí-los:


Bem, a coluna neutra no Pilates significa a manutenção da curvatura normal da coluna em todos os exercícios, manter a lordose cervical, a cifose torácica e a lordose lombar. Quando digo lordose e cifose não quer dizer que a pessoa tenha desvios posturais, os desvios são a hiperlordose, hipercifose ou retificações (que é contrário das "hiper"). Vou colocar uma foto explicativa da coluna neutra:
Observem as lordoses e cifose naturais da coluna.
Nessa imagem podemos perceber mais claramente as diferenças em cada porção da coluna.
Quando executamos exercícios deitados no chão, por exemplo, e nos dizem para "chapar" a coluna no chão, retificá-la, estamos desfazendo a curvatura natural da região lombar fazendo uma compressão de um lado e estiramento do outro e isso pode causar lesões. Assim como nos agachamentos, antigamente, os professores orientavam que se "encaixasse" o quadril, fazer um movimento pra frente com o quadril assim que subia do agachamento, é a mesma movimentação lesiva de retificar a coluna desnecessariamente. Há casos e casos, pessoal. Eu já tenho a coluna retificada e precisei aprender a fazer a curvatura lombar e, no início dos meus treinos de Pilates, sentia bastante dor se mantivesse a posição retificada. Com o tempo e alguns exercícios específicos, minha curvatura foi melhorando e a retificação diminuindo, melhorando também a mobilidade dessa região das minhas costas. Mas isso deve ser orientado por profissionais capacitados, ok. Isso não é reabilitação, ok. Não trabalho com reabilitação, só para lembrar. 

Nesse vídeo, abordei a coluna neutra nas posições de 4 apoios, prancha em decúbito ventral e lateral e é válido não apenas para os exercícios de Pilates, mas para quaisquer outros exercícios e para a vida! Mil desculpas pelo "descabelamento", estava passando mal no dia da gravação, quadril machucado, muita gripe, inflamação no ouvido e garganta...aff! E o pulso ainda pulsa, minha gente. Já estou 100% de novo! O vídeo está no link aí embaixo, é só clicar:


Ah! Obrigada Ivna Messina, minha modelete, aluna de Pilates AND maestra de flamenco! Hihihihi!! Tadinha, gente...ela havia acabado de fazer uma aula "heavy metal" de Pilates bem naquela hora e ficou acabada depois. Mas tudo bem, eu sou a Vingadora do Pilates ela a Mun Ha do Flamenco!! Kkkkkkk!!
Eu!
Ela!
Bom treino e monte de beijos!

domingo, 20 de outubro de 2013

Pigmentos, como usar???

Olá!!

Aqui estou para dar dicas de makeup, aliás, tem bastante tempo que não conversamos sobre isso, não é mesmo? 

Sei que todas nós achamos lindo o brilho e as cores que tem os pigmentos. Para quem ainda não conhece, pigmentos, são sombras soltas e bem, mas bem fininhas. Existem de várias marcas, MAC, NYX (tenho todas as cores dessa marca e são maravilhosos!), Duda Molinos, Contém 1g...enfim, tem para todos os gostos e bolsos. Como disse, uso exclusivamente os pigmentos da NYX, vou colocar uma foto aqui embaixo para saberem o quê é e como é a embalagem desses produtos.

Essa é uma make feita exclusivamente com pigmentos, uma brincadeira para experimentações de cores e texturas...hihihihihi!!
Percebam na foto como é um pozinho muito fino, logo, ele não fixa na pele se não tiver algum primer bem molinho ou se não for aplicado com água.  Quando uso primer, prefiro o da Mary Kay e quando uso apenas molhado, espirro água termal numa plaquinha ou CD e coloco um pouco do produto formando uma "laminha". Além disso, para aplicação desse tipo de produto, o ideal é usar um pincel de cerdas sintéticas, costumo usar um "língua de gato" pequeno e fino e aplico depositando o produto na pálpebra, nunca varrendo,  deve-se varrer apenas onde você precisa fazer uma junção de cores, por exemplo. Quando depositado, a cor fica mais forte e mais brilhante, o pigmento "cola" mais na pele. 

Sempre prefiro o primer à água, o primer dá um efeito de cola ao produto, já a água seca e o pó fica meio soltinho. Pode até ser maluquice da minha cabeça o quê estou dizendo, mas é o quê geralmente acontece comigo. Com a água, a cor vai saindo mais facilmente, com o primer não.

Esse é o primer que geralmente uso, ele é bem molinho e branco, parece mesmo uma colinha.
Tenho também esse primer da Urban Decay que funciona super bem para os pigmentos. É bem molinho.
Pincel língua de gato pequeno e com cerda sintética. 
Bem , espero tê-las ajudado na empreitada de usar os pobre coitados dos pigmentos que estão largados nas gavetas e maletinhas de makeup! Hahahahahaha! Geralmente é o que acontece, o que escuto de amigas e clientes que se empolgam e compram, mas não sabem usá-las. Deixem suas dúvidas nos comentários.

Monte de beijos!



Somos espelhos para nossos filhos

Ei, gente!

Como foi o fim de semana de vocês? O meu foi uma delícia de fim de semana com amigos e família! Ensaios, jantarzinho em casa com amigos, festa, churrasco e muito tempo com meu pequeno e meu marido. Muita brincadeira na piscina (quem me segue no Instagram pôde ver) e carinhos no Tuco!

Vi um vídeo hoje que sempre acreditei no que ele diz. Nós pais somos o espelho para os nossos filhos no futuro. Somos o maior exemplo tanto para o bem quanto para o mal, ensinamos a eles exatamente o quê queremos que eles sejam e isso vem muito das nossas próprias criações, dos exemplos que tivemos dos nossos pais. Seria muito bom se todos as crianças, adultos do futuro, tivessem seus exemplos ruins como exemplos do que nunca fazer, mas as coisas não acontecem exatamente assim, né. Não é todo adulto que consegue discernir as diferenças entre bom e ruim, bem e mal. 

No post em que conversamos sobre o Cantinho do Pensamento disse que não queria repetir com meu filho algumas coisas que minha mãe fez comigo e nada, absolutamente nada do que meu pai fez comigo. Minha mãe foi meu único exemplo de coisas boas durante toda minha vida, de determinação, de vontade de viver, de amor e carinho, de honestidade, mas nenhuma mãe é perfeita e as nossas mentes não perdoam! Já perceberam como lembramos muito mais das coisas ruins que das boas? Temos essa capacidade idiota de nos lembrarmos muito mais do ruim do que do bom... Mas, como disse, também tenho lembranças fantásticas com a minha mãe, de momentos só de nós 2 (minha mãe é e sempre será uma mãezona!). Se sou a mulher e a mãe que sou hoje, devo a ela!
Olha ela aí, lindona, com o Tuco pequenininho!
Pois então, usemos essas lembranças ruins, ou não tão boas, para o bem, transformando-as em atitudes diferentes, contrárias, positivas. E ainda temos o dever de prestar atenção nas atitudes que temos diante de nossos filhos. Cumprimentar as pessoas, usar as palavrinhas mágicas obrigada e por favor com toda e qualquer pessoa inclusive com nossos filhos já é um bom começo, não acham?! 

Tem tantos outros exemplos que podemos deixar para nossos filhos: atitudes positivas, vida regrada e saudável, honestidade, tranquilidade, nossa! Tanta coisa... Seria tão fantástico se meu filho tiver apenas as lembranças boas, pois as ruins seriam tão pequenas a ponto de serem quase deletadas... Enfim, eu me esforço para que eu seja exemplo de boa mãe e meu marido também se esforça muito para ser exemplo de pai e de homem, acho que filho é investimento e esse é o mínimo que DEVEMOS fazer.

Está aí o vídeo, vale a pena assistí-lo, pessoal, principalmente se você é papai ou mamãe de uma criança pequena. Ainda dá tempo de mudar suas atitudes com ele, com os outros e dentro de sua própria casa.


Meu melhor espelho pra vida toda! Obrigada, muca!!!!

Monte de beijos!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Blogterapia semanal: trabalho, trabalho, trabalho!

Boa tarde, pessoal!

Hoje recebi pelo Facebook um vídeo muito bonitinho e interessante de uma amiga que se lembrou de mim quando o assistiu, aliás, se lembrou dela também. Eu porque estou nessa temporada de mudanças na minha vida e ela porque vive de dança e arte, sim, vive de dança e arte, não rende uma grana alta mas rende realização pessoal, felicidade e o suficiente para ter uma vida digna.

Quando digo "uma vida digna" quero dizer que se pode ter uma vida tranquila, sem excessos, sem luxos, mas com todo o necessário, o dinheiro realmente não é alto, difícil viver de arte no Brasil, quizá no Espírito Santo! Hoje tenho uma vida bem tranquila, tenho meu marido com um bom trabalho e não emprego, já que é muito feliz (apesar de cansado) no que faz e com boa remuneração e eu também, a diferença é que não sou feliz no meu emprego, apesar de ser em todos os outros aspectos da vida (familiar, círculo de amizades, como mãe...). Assim, estou num momento favorável para essas mudanças que planejo, tenho meu marido de suporte e minha mãe também, que me ajuda muito.

Então, o vídeo diz que ainda dá tempo de priorizar a felicidade! Que podemos escolher sermos felizes em nossos trabalhos e não apenas priorizar a remuneração que ela te dará, seja em qualquer época da vida. Estou certa de que a maioria das pessoas vai ler esse texto e achar que estou "blefando", mas não estou não! Ser infeliz no trabalho está me deixando doente e não vale nem 1 real do que ganho tudo o que passei. Sempre digo que prefiro trabalhar mais e ganhar menos se estiver fazendo o que gosto, que no fundo, no fundo, acaba sendo quase uma brincadeira séria, o trabalho se torna lúdico. Fiz um post há um tempo atrás sobre um projeto que criei para mim mesma que se chama #projetodalorena, se quiserem deem uma olhadinha lá que falo um pouco sobre isso.

Esse foi o tema da conversa que tive com meu terapeuta. Ter uma renda que seja suficiente para manutenção das minhas necessidades é de extrema importância, mas quando ela vem de um emprego que a gente não suporta, é como se esse dinheiro não valesse nada. Vou colocar o link do vídeo, ele está em espanhol, mas dá para entender direitinho.


Acho que vale a pena assistí-lo para que reavaliemos nossas vidas, nossas prioridades. Será apenas o dinheiro? Será apenas ter sucesso e fama? Pensemos mais sobre nossas realidades. Somos felizes? Ai, gente! Esse é um assunto tão complicado...venho abordando-o com certa frequência devido o momento que passo. Me desculpem se tenho sido demasiado prolixa!

Espero que gostem!

Monte de beijos! 

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Dica de amiga da semana: BB area-mousse Capital Soleil da Vichy

Ei, meninas!

A dica de amiga dessa semana é o BB area-mousse, da Vichy, linha Capital Soleil. Já tinha postado aqui para vocês o protetor solar que uso diariamente, né, o Capital Soleil Fator 50 que é uma loção maravilhosa, super sequinha e que parece que nem estamos usando produto nenhum. Agora encontrei esse aqui:
Ele tem fator de proteção 30, é para peles sensíveis, tem o sistema de filtros Mexoryl SX/XL que garante uma proteção altamente eficaz contra os danos causados pelos raios UVA e UVB. Além disso, ele possui uma cor bem suavezinha que ELE diz que se adapta a qualquer tom de pele, mas eu não acredito...acho que se adapta  bem a peles na tonalidade da minha, brancas mas puxadas para o amarelado. Para as mais brancas que eu, não acredito que vá ficar muito natural. Se alguém quiser testar, me conte depois.

Só sei que ele é uma mousse muito fininha, uma espuminha  amarelada e quando aplicada no rosto fica uma sensação molhadinha, logo depois essa sensação passa e ele seca inteiro na pele, deixa um efeito mate muito legal e  uma textura muito suave. É ótimo! Olha a foto da "meleca" que fiz na primeira vez que fui usar.
Ele tem um "pump" chatinho de usar...costuma sair produto demais na primeira vez que usado, mas depois vamos aprendendo a dosar e fica tudo 100%. Dá para passar e usar sua makeup por cima tranquilamente.

Gosto muito dos produtos da Vichy e protetor solar é coisa muito séria, principalmente numa cidade como a que moro, Vitória/ES, onde temos sol o ano todo. Assim, prezo sempre por usar protetores que tenham qualidade garantida e os da Vichy tem!

Testem e me contem depois o que acharam!

Monte de beijos!

Dica de amiga da semana: Esfoliante facial Pore Penetrating Clearskin Avon

Oi, pessoal!

Passei por aqui para deixar uma dica bem legal para melhorar a pele, é o creme esfoliante de limpeza profunda Pore Penetrating da linha Clearskin da Avon! Gente, uso esse produto há uns 10 anos! Isso mesmo, uns 10 anos e é e continua sendo o melhor esfoliante facial que já usei na vida! 

Já comprei de outras marcas, até marcas caras e famosas, mas nenhum me deu o resultado que esse da Avon deu! Antigamente, ele vinha numa bisnaguinha de outra cor, com tampa azul e num tubinho mais fino e comprido, agora deram uma mudada no visual da linha toda, mas a qualidade continua a mesma. Esse produto é para peles oleosas e com acne, nunca tive muita acne, mas minha pele era bem oleosa antes da gravidez. Assim, usava o produto umas 2 ou até 3 vezes na semanas, agora uso 1 vez só, pois ele é bem forte.  Quando aplicado e friccionado no rosto, com suavidade, podemos sentir um "geladinho" na pele, uma sensação de frescor, além dele ter um cheirinho de limpinho, dá sensação de que todas as sujeiras da pele foram pelo ralo abaixo! Ai, gente, é muito bom! Só experimentando pra saber!

Ele é um creme grosso, de cor verde, com muitos grânulos e deve ser aplicado com suavidade. Costumo friccionar bem no nariz e queixo, que são os locais onde mais tenho cravinhos e oleosidade. Na hora de retirar, jogue água em abundância para que saia tudo direitinho, pois se ficar resíduo no olho arde  pra caramba, por esse motivo, costumo usá-lo durante o banho. E sabe o quê é o melhor? O preço!!! Muito camarada, principalmente quando está na promoção! Na última compra que fiz ele saiu por R$7,99!!! Adoro! Para comprar, e só achar uma revendedora da Avon, que não é coisa difícil de se encontrar, minha gente.

Agora, atenção! Se você tem a pele seca, está usando ácido muito forte, se está com problemas na pele que a deixe descamando, nem pense em usar esse esfoliante!! Ele é muito abrasivo e vai piorar sua situação!

Monte de beijos!

Cantinho do pensamento: castigo ou não?

Olá, pessoal!

Enfim voltei de mais um fim de semana. Além de ser dia das crianças e o Tuco ganhar alguns presentes, tivemos festinha de aniversário, mamãe ficou dodói (peguei uma gripe mega-blaster horrorosa!), papai trabalhando o fim de semana todo e... tchanãnãnã! Inauguramos o "cantinho do pensamento". 

Gente, não sei se isso acontece ou aconteceu com seus filhos, mas o Arthur está numa fase muito complicada, principalmente quando a mamãe aqui está na TPM e doente. Ele acha que tudo o quê quer tem que ter na hora, tem que ser na hora e se não consegue bate, puxa cabelo, dá cabeçadas, enfim, encontrou uma forma de conseguir o quê quer. Comigo ele não consegue, o problema são os outros...ele bate e todos acham graça, ele puxa cabelo e acham graça. Só sei que esse fim de semana me irritei para valer e acabei utilizando o recurso da Super Nanny (conhecem? Passa na Discovery Home and Health). Inauguramos o Cantinho do Pensamento. Aí você questiona: "Ah, mas menino dessa idade não entende ainda o castigo!!" E eu respondo que entende sim!

Na sexta-feira encontrei com a pneumologista do Tuco e conversamos um pouco. Contei pra ela dessa situação e ela me disse que o com o filho dela (uns 3 meses mais velho que o Arthur) ela usa esse artifício e tem dado certo, me recomendou que deixasse que o Arthur repetisse a ação errada por 3 vezes, na terceira ficaria por 1 minuto sentadinho no cantinho do pensamento. O tempo que a criança deve ficar é proporcional à idade, assim, como o Arthur tem 1 ano ele fica 1 minuto e, se sair, colocá-lo novamente e recomeçar a contagem, quantas vezes forem necessárias. Então no sábado,  o Tuco resolveu me dar cabeçadas, nem me lembro o motivo, mas ele deu 1, 2 e eu avisei...na terceira foi pensar. Não entendeu muito bem no começo, chorou, tentou sair várias vezes, mas depois ficou lá, mesmo chorando e quando acabou o tempo ele me abraçou or conta própria, parecendo pedir desculpas (tadinho! Quase morri de dó!). Parece que no fim das contas ele entendeu que o que fez não foi certo, porque foi me dar outra cabeçada hoje e levou uma bronca e parou.

Sempre dou bronca quando faz essas coisas, olho nos olhos dele, coloco-o no mesmo patamar que eu, nunca o abaixo para que não se sinta inferior a mim. Não gostava quando minha mãe me colocava sentada e brigava comigo de pé, me sentia acuada e não quero que o Tuco se sinta assim. Diz minha mãe que desde muito novinha já era muito alta e, se brigasse comigo de pé, ela não conseguia me dar a bronca. Bem, cada qual com seu cada qual, eu não farei como a minha mãe, isso é certo, mas o exemplo dela me serviu de lição. Nunca apanhei da minha mãe e pretendo não bater no meu filho, mas não sei como serão minhas reações diante de problemas maiores e diz minha mãe que "pé de galinha não mata pinto". Será? Sou demasiado explosiva e sou adepta do grito, como a minha mãe é (berra pra caramba), e sempre tento me policiar porque também não acho isso legal, é medir forças com a criança levantar a voz.

O cantinho do pensamento do Tuco é no quarto de visitas, tem um edredonzinho velho dobrado que o coloco sentadinho encima. Vejam aí na foto abaixo:

Essa coisa de educar filho é muito difícil. Já li alguns livros, mas acho tudo receita de bolo, como o cantinho do pensamento também é. Funcionou comigo agora, mas até quando continuará funcionando? E depois, qual será a atitude correta a ser tomada? Não posso punir meu filho pelos erros cometidos pois a psicologia diz que não é interessante, que pode prejudicar o desenvolvimento intelectual e emocional do meu filho? Mas quando adultos, erramos, somos punidos e devemos saber suportar a punição... Gente quanta dúvida! O quê fazer? O quê vocês fazem? 

Bem vou colocar aqui o link de um texto da Rosely Sayão, que é psicóloga, consultora em educação e colunista da Folha de São Paulo que diz o quê ELA pensa sobre o cantinho do pensamento e me fez parar para pensar também: Cantinho do Castigo. E achei esse link aqui também: Cantinho do pensamento que diz que devemos mostrar para os nossos filhos, com o castigo, que nos preocupamos com o comportamento deles, que estamos atentos e estamos oferecendo segurança a eles. Acho que devemos ler tudo isso, filtrar o quê se aplica bem aos nossos casos e ao que acreditamos, só não vale bater, daí não concordo. 

Me contem como resolvem esses problemões com seus filhos, por favor!!

Monte de beijos!

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Blogterapia de emergência: todo mundo tem que pensar igual?

Oi, pessoal!

Essa blogterapia é realmente emergencial, porque se eu não escrever o que estou pensando acho que vou explodir! Hoje tive um embate no Facebook numa página relacionada a alimentação infantil "consciente". Uma mãe deixou um post e me irritei um pouco com as respostas que as pessoas davam a ela porque eu não concordava. Ela perguntava o quê fazer com o filho dela de 8 meses para que ele comesse, ele estava recusando os alimentos depois que começou a oferecer comida "da casa", ou seja, a mesma comida dos pais, e esse bebê ainda não tem dentes. Respondi que era simples, que ela voltasse a oferecer a papa pois era possível que ainda não estivesse preparado para comer os alimentos sólidos.

Mas também desabafei no meu comentário...nessa página sempre li as pessoas se gabando de que seus filhos fazem isso ou aquilo, que são muito pequenos e já comem sozinhos, enfim, para mim isso é exibir filho como troféu. Meu filho tem 1 ano e 2 meses e não come a comida da mesa, não come sozinho e ainda nem anda, mas chuta bola com a perna esquerda como ninguém! Posso me gabar e dizer que será o futuro Messi? Não! Cada criança tem um desenvolvimento e não vou ficar forçando meu filho a nada nem deixando-o passando fome porque acredito piamente num método e que ele não é falho. Nada na nossa vida é imutável, os métodos então...nem se fala. Quanta coisa ouvi nas 2 faculdades que fiz e na prática tive que fazer tudo diferente, sabendo disso, já imaginava que isso poderia acontecer na maternidade.

Os radicalismos que via nos posts dessa fanpage eram absurdas, mas também havia posts bem interessantes e por isso permaneci nele por um bom tempo. Então disse a palavra destruidora no meu comentário: RADICALISMO! Pronto! Tudo "descambou" aí! Elas se acham, mas não se julgam radicais. Se você não entendeu essa minha afirmativa, nem eu! Mas foi bem assim. Algumas se assumiam radicais, outras não, que apenas prezavam por uma alimentação consciente. Ora, alimentação consciente é manter meu filho nutrido, à base de comida e não suplementos, independente da consistência dela. Se meu filho não tem dentes, por qual motivo daria uma cenoura para ele? Eu realmente não entendo e não compartilho desse raciocínio. Na teoria pode ser linda a tal BLW que elas pregam, mas na prática é muito complicada, a maioria dos bebês não conseguem comer esses alimentos nessa consistência. Meu filho foi começar a comer mesmo uma banana com as próprias mãozinhas aos 10 meses e já com muitos dentes.

Então, depois de uma discussão saudável e muitas curtidas nos meus comentários, a dona da fanpage simplesmente partiu para a agressão dizendo que eu estava passando sermão desnecessário. Sermão? Ela não me conhece e nunca me viu dando um sermão! Sempre que comento algo nessas fanpages me esforça para ser o mais sincera, mas cuidadosa pos´sível, exatamente para não ofender já que estava postando uma opinião contrária. A "culinarista" dona da fanpage surtou e começou a me ofender gratuitamente, mesmo com algumas outras pessoas me defendendo. Foi uma coisa horrível! Cheguei a ler uma pessoa dizer que eu devia respeitar à dita cuja porque ela é uma sumidade em alimentação. Ãnnn? Cuma? Uma pessoa que não tem formação em nutrição fazendo cardápios para crianças? O quê eu devia ter feito era denunciado ao CFN (Conselho Federal de Nutrição). O quê estou querendo dizer é que ela pode até saber mais que eu sobre o assunto, afinal, nutrição infantil nunca foi minha prioridade em consutório, mas dizer que a pessoa é sumidade, que eu tenho que respeitá-la por isso é demais para mim. A respeito sim, pelo simples fato de ser um ser humano como eu, mas como deusa da alimentação consciente nunca! 

Cansei de ler coisas desse tipo e ficar encucada porque meu filho não faz isso ou aquilo, porque não come isso ou aquilo... Isso é chato demais! Não gosto de comparações. Conheço casos de crianças que fugiam de casa para comer por causa dos radicalismos dos pais. Sim! É isso mesmo, e mais de 1 caso, pessoal! Gente, é inevitável que um dia as crianças tenham contato com todas as "porcarias" industrializadas do mundo, mas enquanto a alimentação dele estiver sob meu controle ela será realmente CONSCIENTE! Arthur acabou de fazer um exame de sangue e está mega-ultra saudável, sem anemia ou coisas do tipo e sem fazer as suplementações que elas pregam. Meu filho não ingere soja de forma alguma, basta procurar artigos científicos para saber o por quê, ele come carne vermelha sim, come biscoito de maizena sim e pão também e com as próprias mãozinhas, não consome nada industrializado, comeu papinha da Nestlé 2 vezes e achou ruim (catou um aipim da mesa onde eu comia e traçou na hora!).

Pelo amor de Deus, cada um cuidando da sua cria, sem paranóias, sem radicalismos. Essa galera que estou citando aqui, se for para o Afeganistão vira mulher-bomba de tão xiita. Não pode ser assim, a vida não é assim, erramos e voltamos atrás, tentamos 1, 2, 3 vezes para que as coisas funcionem como queremos e mesmo assim erramos de novo, mas nem por isso vou me sentir culpada por nada com meu filho, tudo que faço é por muito amor.

Para terminar, saí do grupo e certamente a vida regradassa daquelas mamães voltou ao normal. Tomara que esses bebês estejam sendo acima de tudo bem cuidados e muito amados como o meu está sendo.

Se você não concorda comigo, deixe sua opinião. Nunca pedirei para que se retire nem apagarei seu comentário como fizeram comigo. Opiniões diferentes das minhas serão eternamente bem-vindas!

Monte de beijos e obrigada por escutarem sempre os meus desabafos! Dormirei mais tranquila...  

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Vogue Fashion Night Out Vitória - Shopping Vitória

Ei, pessoal!

Ontem foi dia de badalo fashion aqui em Vitória com o evento da Vogue, a Fashion Night Out, que aconteceu no Shopping Vitória. Como vocês sabem, adoro moda, consumo moda, mas não sou muito ligada a isso, não costumo participar de eventos, por pura falta de oportunidade, mas acompanho tendências e coleções novas de muitas marcas devido meu trabalho de maquiadora. Assim, resolvi dar uma passadinha por lá para ver o quê era esse evento, pois ainda não tinha entendido muito bem, não sabia o quê aconteceria e havia recebido convite de algumas lojas.
Então lá fui eu nessa empreitada fashion, meio com preguiça, meio com desconfiança e com toda a minha timidez. Me arrumei um pouco mais que o de costume para ir ao shopping e fui.
Quando cheguei lá, às 16:30, já estava uma grande movimentação de gente bastante arrumada andando rápido de um lado para o outro, pessoas bem fashions, modelos muito maquiadas e o badalo ainda estava por começar, entretanto, como disse ontem no meu IG, sou proletária e precisava trabalhar às 18h, bem na hora que tudo realmente começaria.
Apesar disso, pelo pouco tempo que estive por lá já pude ter minhas impressões. Bem, de cara já percebi que seriam muitos "micro eventos" dentro de um grande evento. Cada loja estava promovendo algo de diferente, coquetéis DJ's, lançamentos de coleções, maquiadores famosos nas lojas de cosméticos... Enfim, cada loja se promovia de uma forma. A maioria estava com pequenos coquetéis, servindo espumante e petit fours (comidinhas) para poucos convidados, certamente clientes assíduos estavam sendo prestigiados e, como Vitória é muito pequena, esses clientes privilegiados são as mesmas pessoas que sempre participam de eventos desse tipo. Não entrei nas lojas que fui convidada pois me senti intimidada... Sei lá.

Tinham também uns lounges fechados apenas para convidados, mas ao mesmo tempo aberto as pessoas que passeavam pelo shopping ou foram sem convites, para assistir de fora. Pelo que soube depois, tiveram entrevistas com pessoas ligadas à moda, o entrevistador foi até aquele jet setter Bruno Astuto. Não pude assistir então não posso dizer como foi. Houve também um baile de máscaras. Ãnnn?? Alguns pequenos desfiles e, para fechar, um show da Preta Gil só para os VIP.

A ação que achei mais legal foi a da Farm, que estava produzindo camisetas com fotos dos nossos Instagrans que ficavam prontas em 2 minutos, bastava comprar a camiseta branca (havia vários modelos e preços) marcar a foto com a hashtag #vandalnafarm e fazer a impressão! A loja estava lotada e elas venderam horrores ontem, com certeza!! Eu mesma comprei 2 camisetas e ainda levei mais roupas da nova coleção. 
A outra camiseta fiz pra minha mãe e esqueci de fotografar...hihihi!

Hoje o Instagram estava entupido de fotos do evento! Acredito que tenha sido de sucesso para as lojas que participaram e espero que tenham atingido as espectativas para que mais e mais eventos importantes de moda aconteçam por aqui, afinal Vitória tem uma população pequena, mas com renda alta e consumidora de moda. E espero poder participar um pouco mais da próxima!

Quem foi, deixe nos comentários suas impressões.

Monte de beijos! 

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Blogterapia: cadê minha secretária???? SOCOROOOOO!

Olá!!

Essa semana já começou uma loucura! Ai, que loucura! Kkkkk! Secretária (é como chamo minha "empregada") doente, com febre reumática, desde ontem sem trabalhar e só Deus sabe quando volta... Espero que fique boa logo, não apenas porque preciso dela, seria muito egoísmo meu, mas porque sei que essa doença provoca muitas dores. Sempre dei muito valor ao trabalho que ela faz na minha casa, mas agora valorizo mais ainda, ela faz uma falta danada, principalmente porque tenho um filho de 1 ano e ele faz uma sujeirinha básica: muita roupa para lavar, mamadeiras, louça...aff! Cansei só de lembrar disso tudo.

Bem, a saga de hoje começou cedo com o Arthur acordando às 8h da manhã. Ele não acorda mais durante a madruga, graças à Deus! Cheguei na cozinha e ela estava alagada...putz! Um mega vazamento que resolveu dar o ar da graça fora de hora. Tentei ficar tranquila e fui fazendo uma coisa de cada vez: peguei o Arthur, fiz a mamadeira, fiquei com ele na cama até terminar a mamadeira, depois fui secar a cozinha (com o Tuco sentadinho na cadeirinha de alimentação e morrendo de rir quando eu passava o rodo perto dele). Depois da empreitada de secagem, tomei meu café da manhã, dei a frutinha do Tuco e pão integral que ele adora, fui lavar louça (muita louça) e mamadeiras, dar uma limpada na cozinha pois o chão estava o quê havia de mais horrível no mundo...só sei que saí da cozinha às 10h da manhã!

Ah! Me esqueci de dizer que nessa semana mudei o horário do Tuco na creche, antes ele ia das 8h às 14h porque eu estava trabalhando mais durante a manhã, mas agora que estou em casa pela manhã, todos os dias o buscava e o deixava direto na casa da minha sogra ou com a Tia Nivalda...e todos os dias eu fazia isso chorando, eu chorava, não ele! Só o via novamente depois das 19h! Pensando nisso, eu e meu marido resolvemos mudar o horário para 13h às 19h e, assim, pela manhã conseguiria ficar com ele tranquila e o aprovetaria mais, mas contando com a presença da Santa Leninha (minha secretária) para me dar uma ajuda. Aliás, o Arthur ama a Leninha e vice-versa! A Leninha acompanhou toda a minha gravidez e é apaixonada pelo Tuco e isso é o mais importante, concordam?!

Ontem, no primeiro dia da mudança de horário do Tuco na creche, fui dar aula mais tranquila, pois tive a sensação que já havia feito a minha parte, dado atenção e cuidado do meu filho. Já havia algumas semanas que não dava mais um banho nele, não dava mais a janta, enfim, que estava ficando muito pouco com ele e eu sentia saudade de fazer essas coisas, ontem voltei a fazer essas tarefas e ele me abraçava tanto, ficou tanto "grudadinho" comigo que acho que ele também estava com saudade, tadinho. Daí, à noite ele é do papai e agora muito mais fácil já que o meu marido não precisa mais fazer muitas coisas, pois o Tuco já vem pra casa de banho tomado e "jantado", basta dar a mamadeira antes de dormir e pronto! Como é gostoso estar com meu filho, sentir o cheirinho dele, abraçar, dar beijos, brincar, dar comida, banho...tudo é bom! E como eu curto fazer tudo isso!

Então, são apenas 14h e já estou destruída...mas consegui papear aqui com vocês. Ainda hoje dou aula de Pilates e vou fazer uma incursão pelo mundo fashion, indo ver qual é a dessa Vogue Fashion Night Out, no Shopping Vitória. Todos sabem que o tema principal do blog não é e nunca será moda, mas não me custa nada ver o que rola por aí, não é mesmo. Certamente amahã haverá milhões de posts das "broguera féxo" de Vitória pela internet, mas vou lá pra dar a vocês a minha impressão desse evento que tem sido tão divulgado e parece tão badalado. A minha impressão será a de uma consumidora de moda daquelas iguais a maioria, da moda possível, ao alcance das no$$as mãos, se é que me entendem!

Então tá...amanhã conto para vocês como foi, ok

Monte de beijos!! 

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Homenagem mais que merecida à minha avó Dinah

Ei, pessoal!

Como foram de fim de semana? O meu foi bem agitado, com churrasco de aniversário de amigo, makes, café de aniversário da minha avó...enfim, muita coisa pra fazer e pouco tempo para pensar. Mas mesmo assim resolvi fazer uma homenagem para a minha avó que aniversaria hoje. Comemoramos ontem seu aniversário de 86 anos, apenas a família, fizemos um lanche da tarde com muita comida e brincadeira com as crianças.





Minha avó é essa senhora aí da foto, a de camisa de bolinhas. Não podia também deixar de colocar umas fotos do Arthur, né.

Apesar do pouco tempo que estou tendo hoje, minha avó merece palavraas de afeto minhas, afinal, ela me ajudou e tem me ajudado durante toda a vida! Minha avó foi um anjo na minha vida, um anjinho meio torto e implicante, mas essencial para a mim.

Porque estou dizendo torto e implicante? Minha avó é extremamente implicante e crítica conosco, principalmente comigo e com minha mãe. Aliás, ela sempre me tratou quase como filha porque sempre disse que como eu não tinha pai, precisava de mais atenção dela. Mas ela era mãe com açúcar como qualquer outra avó, sempre fazendo minhas vontades e me recebendo com muito amor. Passei muitos e muitos dias na casa dela, junto da Tia Nivalda, eu adorava! Eu e meus primos aprontamos muito na casa dela e temos boas recordações de lá.

Uma coisa importante a dizer é que sempre brigamos muito, eu e ela sempre batemos de frente uma com a outra. Mas sabem por que? Porque nós somos iguaizinhas! Também sou crítica, também sou implicante e também sou irônica. Aliás, acho que esse meu lado palhaça veio dela, porque vocês precisam vê-la imitando as pessoas! É de rolar de rir! O meu lado musical também veio dela adora dançar e eu também!

A minha avó é um barato! Ela, hoje, aos 86 anos, continua dizendo que está ficando velha, daí eu digo que ficando velha estou eu, e que ela já passou disso há muitos anos, e ela cai na gargalhada. Ai de nós se dissermos que está mancando (tem um probleminha na coluna que causa dor nas pernas), ou que está com problema de saúde (e realmente não tem nada de grave)! É briga na certa! Sabemos que está sentindo algo, reclama conosco, mas chega no médico e diz que não tem nada e está ótima! Muito vaidosa, diz sempre que não, que não tem vaidade, mas se até hoje não adimite que envelheceu? É porque é muito vaidosa sim!! Mulher inteligente, uma letra maravilhosa, fala e escreve muito bem, tinha uma cabeça bem sagaz, mas hoje está com problemas de memória  já não tem mais a mesma firmeza nas mãos...

As vezes fico pensando como deve ser ter um corpo são numa mente que já não é mais a mesma...percebo que as vezes ela se entristece por não se lembrar das coisas, mas se esforça para disfarçar. Na verdade nem consigo imaginar minha vida sem ela, sem as implicâncias dela e, quando isso acontecer, minha vida vai perder um pouco da graça, por isso tenho que aproveitar bastante. Eu acho que ela nem sabe o quanto a amo, o quanto ela foi e é importante para mim. Preciso dizer isso rápido a ela! Fico muito feliz de ter tido meu filho com a minha avó aqui entre nós. Essa era uma preocupação que eu sempre tive, queria muito que ela conhecesse meus filhos, já que fui a neta que mais estive presente, que mais ficou com ela, que ajuda a cuidar dela, resumindo: a preferida! Kkkkkkkkkkk!!!!!

Bem, minha avó é demais! A amo muito! E hoje ela completa 86 anos de vida, é coisa pra caramba. E história para contar? Sente-se por 30 minutos ao lado dela que história não faltará! Que bom que também tenho muitas histórias junto com ela para contar para os meus filhos!

É isso! E que ela permaneça entre nós por muitos anos ainda!

Monte de beijos pra vocês e pra minha avó Dinah!!

Dica de amiga da semana: Aussie 3 Minutes Miracle

Oi, gente!

Diquinha da semana é esse creme de cabelo aí da foto abaixo:



Minha concunhada trouxe dos EUA e me deu um de presente, sempre vi as blogueiras comentando sobre ele e dizendo que era a 8ª maravilha do mundo para os cabelos. Bem, não é a 8ª maravilha do mundo, mas é muito bom! Usei pela primeira vez e não vi resultado algum, mas nas vezes seguintes comecei a perceber que meu cabelo estava mais sedoso, mais macio, enfim, achei realmente muito bom. Esse é simplesmente o produto para cabelos mais vendido nos EUA, ele é uma máscara intensiva de tratamento para qualquer tipo de cabelos.
 
Tenho visto umas meninas vendendo esse produto no Instagram numas lojinhas virtuais por R$35,00, R$40,00 o vidro de 236mL, mas lá ele custa meros US$3,00!! Ah! Para comprar por essas lojinhas, você ainda pagará frete, mas como não temos muitas opções, vi uma promoção legal no IG @tedesejoboutique que vende o kit com 3 vidros por R$86,00 mais o frete, daí dá para dividir com mais 2 amigas e comprar por um precinho melhor, concorda?
 
Recomendo, meninas! Realmente bom!
 
Monte de beijos! 

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Duzentopéias e sapatólotra: dicas de pisantes BBB (bons, bonitos e baratos!)

Oi, gente!

Preciso confessar uma coisa sobre mim: sou sapatólatra! Completa e loucamente viciada em sapatos! Acho que muitas mulheres também são... Ou não? Ai, Jesus! Será que é doença? Hahaha!

Ontem enlouqueci total e resolvi comprar alguma coisa pra mim. Ah! Mas você comprou makes essa semana!! Mas as makes são meu trabalho, não são exatamente para mim, entendem. 

Então, dei uma passada numa loja de ponta de estoque da Doramila e Arezzo em Jardim da Penha, dentro de um centro comercial e quando olhei para a vitrine, uma surpresa: a ponta de estoque estava em liquidação!! Quase morri! Mas não morri e comprei! Comprei 3 pares por R$150,00! Vou colocar as fotinhos aqui embaixo.
R$50,00 cada sapatito! Eu, como uma blogueira simplesinha, basiquete e sem glamour suficiente para viver de pisantes caríssimos, fiquei maluquinha! Mas, ah! Esses são da estação passada, de coleção antiga! Sabe qual minha preocupação com isso? Nenhuma!! Eu gostei e ponto!

Mas acabei passando pela Doramila e vi uma sapatilhazinha inspirada nesse modelo atual que todas as fashion bloggers estão usando, mas a minha custou apenas R$119,90. Adoro! Olha ela aí!

 
Agora vejam as "broguera féxon" com as delas aí. A minha não é exatamente igual, mas eu achei bem lindinha e acabei sucumbindo à moda! Kkkkkk!
 



Todos esses sapatos deverão ocupar um espacinho na minha sapateira, logo, hoje ainda alguns serão doados para desocuparem o espaço. É sempre assim: entra um, sai outro!

Pra quem conhece Jardim da Penha (em Vitória/ES), a ponta de estoque que disse  fica no centro comercial onde tem a loja Afago e a Doramila, na praça do Supermercado Epa. Vale a pena dar uma passadinha por lá!

Monte de beijos!