quinta-feira, 29 de maio de 2014

Guia rápido da Espanha - Sevilla

Oi, gente!

Nos últimos posts que consegui fazer eu estava na Espanha e tentando conciliar o tempo entre minhas aulas de flamenco, passeios e um pouco de descanso também, já que as aulas me consumiram muito. Como viram, não consegui continuar a escrever e contar como foi tudo, assim, resolvi fazer um guia rápido de algumas cidades que gosto muito na Espanha, ok.

Já estive em cidades do sul e do norte, mas minha paixão é a região da Andaluzia, o sul do país, berço do flamenco, com cidades onde arquitetura, história, música e hábitos tem muita influência moura, árabe. Além disso, o povo dessa região é mais receptivo, mais amistoso, mais romântico...ah, gente! Amo a Andaluzia! Sou muito suspeita, mas vou falar um pouco de Barcelona que está localizada ao norte do país, na região da Catalúnia.

Para começar, vamos para o sul, Sevilla mais especificamente. Locais imperdíveis e que amo (sempre volto! Hihihihi!):

1) Calle Sierpes - rua de lojas e bastante movimento em Sevilla, suas paralelas e transversais também valem a pena. Há umas ruelas que, para quem procura "cositas" flamencas é uma festa. Dessa vez fiquei hospedada em um hostal bem pertinho dessa rua. Marailhoso! BBB - bom, bonito e barato, café da manhã gostosinho e tudo que preciso: cama quentinha, aquecedor e banheiro privado e quente. Fiquei no Bad and Breakfast Naranjo.
Essa era a parede da escadaria que eu descia todos os dias no hostal.
2) Real Alcazar - paga para entrar, mas vale muuuuuito a pena! É maravilhoso! Um castelo com influência árabe! Não tem visita guiada (com grupo e guia do local) e você não precisa alugar aquele telefoninho que fica explicando a história do lugar, pois há placas em todos os espaços:
Entrada do Real Alcazar de Sevilla
    
Espelho d'água
Eu, mamis e rimã do meio.
Porque quando a pessoa tem que ser descabelada ela é! kkkkkkkk
3) Catedral e Giralda - paga para entrar tanto da Catedral quanto na Giralda, visita guiada;
Fachada da Catedral

A Giralda é essa torre enoooorme que fica bem atrás da Catedral. De qualquer ponto da cidade conseguimos vê-la.

 OBS. importante: perto da Catedral há várias ruazinhas com muitos restaurantes bem tradicionais e é muito importante, quase impressindível, que pelo menos um dia o almoço o janta seja feito lá. Recomendo as paellas, mas o que amo e sempre como (inclusive no mesmo restaurante) são as sardinas a la plancha (sardinhas feitas numa grelha) que sempre vem acompanhada de ensalada rusa (um tipo de mmaionese) e patatas fritas (batatinhas fritas que acompanham quase tudo na Espanha).

A gente só esperando as sardinhas chegarem...e eu descabelada, pra variar!

4) Paseo de Colón e Ponte de Triana - passear as márgens do Rio Guadalquivir, que é citado em muitas letras de flamenco, principalmente em Sevillanas, dança folclórica de Sevilla. Atravessar a Ponte de Triana é passar por uma linha do tempo e chegar na época do gitanos, dos primeiros flamencos (um dia a gente conversa sobre isso aqui):
Paseo de Coló

Ponte de Triana
Bairro de Triana
Lugares lindos em Triana
Este Castillo está ao do lado de Triana na ponte.
OBS. importante: do lado de Triana, a margem do Rio tem uma rua cheia de bodegas, bares e restaurantes. Uma delícia! Vale a pena tomar uma sangria e comer tapas por lá.

5) Plaza de Toros - praça onde ainda acontecem as touradas em Sevilla. Ok! Eu também morro de pena do touro, mas como sempre vou no inverno, nunca consegui ir a uma tourada, já que elas acontecem apenas na primavera e verão. Vale a pena conhecer por dentro. É pago e a visita é guiada com umas mocinhas que explicam tudo em espanhol e inglês.
Fachada da Praça de Toros


Traje típico de toureiro
Cartaz original de temporada
OBS. importante: na porta da praça sempre tem uns moços vendendo azulejihos, imãs e cartazes das temporadas de touradas e das ferias de Sevilla (uma festa muito tradicional da cidade), são bem mais baratos que nas lojas de souvenirs e tem sempre alguns bem bonitos, ótimas lembrancinhas para amigos e parentes. Minha geladeira já tem coleção desses imãs de cartazes...hihihihihi!!

6) Plaza de España - o lugar mais lindo de Sevilla na minha opinião! Amo essa praça, muita vontade de ficar lá sentada olhando em volta. Não paga para entrar, tem uns barquinho (esses são pagos) pra você dar a volta na praça e umas charretes que fazem um passeio na região da praça e no jardim de Maria Luiza (que fica em frente à praça). Nunca andei nessas charretes, sempre ando muito a pé por ali:

Olha isso, gente! Vontade de pegar um pedaço e levar pra casa!!!


Menos descabelada...

OBS. importante: a praça fica cheeeeeiiiiiaaaa de ciganas e elas costumam ser grosseiras e perigosas. Elas não estão vestidas como a gente tem no imaginário não, estão a paisana, como nós, e te pegam pelo braço, te colocam um raminho de alecrim na sua mão, "leem" sua sorte num espanhol enroladissimo e te obrigam a pagar pela "sorte da cigana". É nesse momento que roubam seu dinheiro!! Umas delas fez isso comigo bem no meio da praça e, quando abri a carteira para pagá-la, ela roubou todo o dinheiro que tinha dentro...mas, como sou mais esperta que elas, a grana mesmo nunca fica na minha carteira, só uns trocadinhos. Hihihihihihi!

Bem pessoal, como disse, esse é um guia rápido. Se você vai ficar 2 ou 3 dias em Sevilla, esses são os locais imperdíveis. Próximo à Catedral há o Museu da Colonização, há a Puerta de Jerez e milhares de prédios e construções muito antigas e maravilhosas. Ah! Ande olhando para as sacadas dos edifícios antigos! O fundo das varandinhas são revestidos de azulejos pintados lindos de viver.

Sou sempre suspeita para falar de Sevilla...costumo dizer que só troco Vitorinha (minha cidade no Espírito Santo) por Sevilla! A cidade tem um clima maravihoso, para todo lado tem história, comida boa...ai, que saudade!!!! Volto em breve com certeza!

Para informações mais detalhadas, me enviem por aqui mesmo, nos comentários!

Muchos besitos!!

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Eu estou voltando!

Oi! Quanto tempo, hein?

Meus afazeres de mulher-bombril (mil e uma utilidades!) estavam me consumindo as 24 horas do dia e o blog ficou assim...largadinho. Mas, já estou voltando para a alegria geral da nação ( ou pelo menos de vocês, meu leitores... Hihihi!).

Enfim, cabeça fervilhando de ideias, a vida numa transformação louca e, por isso temos muitas coisas a conversar por aqui, fora a saudade de desabafar com vocês, é claro!

Os posts serão com menor frequência que antes, 2 ou 3 vezes na semana, mas sempre bem legais! Esperem e verão!
Ah! O cabelo mudou, mas voz continua a mesma! Kkkkkkkk

Monte de beijos e até já!