quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Guia de viagem: Valle Nevado - Chile

Hola, amigos!

Voltando agora com o resto do roteiro que fiz no Chile, hoje vou falar do Valle Nevado. Ah...o Valle Nevado! Uma lindeza de lugar! E eu estava cheia de restrições quando incluímos 3 dias de nossa viagem por lá, afinal, não sou muito feliz no frio, quizá na neve. Mas mordi minha língua e adorei o local!


Ficamos hospedados no complexo de hoteis do Valle Nevado. Nesse complexo há 3 hoteis e ficamos no que era "menos caro" (porque nenhum deles é barato, ok), o Tres Puntas. As acomodações são pequenas, tivemos problema com a calefação, mas apesar desses contratempos, ele é ótimo pra quem quer ir esquiar. Se você vai de lua de mel, esqueça esse hotel! Vá para um dos outros 2 que tem acomodações maiores e mais confortáveis, ok.

O complexo possui 3 restaurantes, spa, piscina aquecida com lareira ao lado, pub, bar e lanchonete e, a maioria das pessoas acha o Valle super chato pois não tem nada pra fazer. Se você ouviu isso de alguém, saiba que essa pessoa não ficou hospedada lá, apenas subiu, esquiou ou fez esquibunda e foi embora. Realmente, essa pessoa nem sabe o tanto de atividades que o complexo oferece.


Todos os dias tem aula de alongamento pela manhã e à tarde, aulas de yoga, o spa oferece não apenas tratamentos estéticos, mas também fisioterapia para os contundidos do esqui (meu marido deslocou o ombro e usou esse serviço e adorou), todas as noites há atrações no pub (bandas, degustação de vinhos, casino...), há uma área kids com atividades o dia todo e recreadores à disposição (mas não recomendo levar a criançada, o frio é terrível!), há uma área com lanchonetes e um mesanino bem de frente pra estação de esqui (se você não quer arruscar, pode ficar por ali tomando um chocolate que te ou comendo um crepe bem quentinho!). Gente, tem tanta coisa pra fazer que não consegui fazer tudo!

Nossas diárias eram com meia-pensão, ou seja, café da manhã e jantar inclusos. Recomendo que se alimentem muito bem no café, porque o almoço, se você vai esquiar, não vai existir. O ideal é parar pra comer só um sanduichinho, barrinhas de cereal ou outras coisas leves para não passar mal no meio da imensidão branca da estação. Acontece mesmo, viu!! Os jantar poderia ser feito no restaurante do nosso hotel, que era a lá carte, ou no restaurante do hotel Puerta del Sol que era buffet. Gente, eu comi muiitttoo! Nos 2 restaurantes! Enlouquecedor! 

Minha dica é: leve com você água (compre galões de 5 litros), vinho (para beber no quarto) e os lanchinhos leves pro almoço. Tudo isso por lá é bem caro e não vale à pena. Já faça o aluguel de roupas e equipamentos de esqui quando fizer sua reserva do hotel, assim você já terá tudo o que precisa garantido e ainda com desconto (20% se não estou enganada), se for possível vá no meio da semana (eu cheguei na terça pela manhã e saí na sexta bem cedo) pois é o período mais tranquilo, no fim de semana as pistas ficam abarrotadas! Ah! Contrate um professor por 1 hora para aprender o básico tanto do esqui quanto do snowboard e não faça a bobagem que eu e meu marido fizemos de enfiar o pé no snowboard e sair tomando "vacas" morro a baixo! 


Monte de beijos congelados!!

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Papo de mãe: comemorando o aniversário na escola

Olá, mamães e papais!

Hoje o assunto é festinha de aniversário na escola. No último dia 14 foi aniversário de 2 anos do Tuco e esse ano havia planejado não fazer festa já que no ano passado fiz uma enorme para comemorar seu primeiro aniversário na casa da minha mãe e gastei uma super grana. Foram 4.000 balões,1.000 doces e quitutes de festa, brinquedos infláveis enormes, decoração com personalizados e tudo mais que há disponível no mercado de festas infantis... Deu um trabalho enorme, não aproveitamos a festa (nem eu, nem Tuco, nem meu marido), ficamos preocupados o tempo todo para que fosse tudo perfeito...apesar disso foi gratificante, mas super cansativo.

Enfim, esse ano decidi fazer uma comemoração na creche, com os amiguinhos e família. O tema foi Patati Patatá e, por acaso, eu e minha cunhada escolhemos o mesmo tema para nossas crianças, assim resolvemos comprar tudo juntas e aproveitarmos toda decoração para as 2 festas. Isso foi ótimo, pois gastei menos do que havia planejado e já estava tudo pronto para montar!

Todavia não consegui fazer uma festinha como havia pensado, dado que na creche são 60 crianças e 20 adultos mais 10 adultos da família que participaram também. Foram então 600 docinhos, mesa de guloseimas, 75 lembrancinhas (muito mais simples que a do ano passado e mais barata também), 3 bolos de cenoura com chocolate (que acabaram pois estava perfeito!), carrocinha de cachorro quente e pipoca, pula-pula...acabou se tornando uma festa grande, até os pais das crianças comeram e se divertiram.

Tudo foi montado e pensado por mim, não fiz nada personalizado e não contratei decoradora, usei tudo o que tinha disponível em lojas de produtos para festas e isso fez com que a decoração ficasse muito mais barata e bem bonita. 

Vamos lá, aos fornecedores: o painel foi feito de tiras de TNT colados num fio de nylon e colei o Patati Patatá, comprado em casa de festa, por cima; o arco de balões foi feito pela minha amiga Renata Leite (procurem por ela no Facebook) que faz decorações lindas com bola (usei 200 balões coloridos e 50 dessas "minhocas"); o bolo da mesa era uma maquete de isopor e tecido feito pela Lígia Monteiro (procurem no Facebook); os docinhos foram feitos pela Flávia Calmon Mota (pelo Facebook também, pessoal) que tem mãos de fada e faz doces muuuito gostosos; os bombons e copinhos de brigadeiro foram feitos pela minha sogra; as forminhas, tubetes e mais coisinhas de decoração foram comprados na Colméia Festas da Glória, Vila Velha; salgadinhos da Dona Teresa (os melhores da vida!! Contato 3226-2990); pula-pula, carrocinha de pipoca e cachorro quente da Tia Cléo (3319-1421); bolo de cenoura com chocolate para servir foi da Província do Pão (padaria na Praia da Costa, na rua do estavionamento do Shopping Praia da Costa). 







 
Espero tê-los inspirado para as próximas festinhas dos seus pequenos!

Monte de beijos!

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Dica de amiga: Retin-Ox Wrinkle Filler da Roc

Bom dia!!

Hoje a dica de amiga da Lolô é de um creminho antirrugas, o Wrinkle Filler da Roc. É um produto composto de ácido hialurônico e retinol que hidrata a pele e atenua as ruguinhas de expressão.
Comecei a usar há mais ou menos 2 meses, minha dermato atual havia me prescrito outro produto semelhante, mas como eu já tinha esse e nunca havia usado, resolvi testar e... tchãm, tchãm, tchãm!!!! Eu amei!! Está dando super certo na minha pele! Funcionou até na friaca do Chile, pois tem um poder hidratante incrível.

Tenho usado um ácido bem forte nos 2 últimos meses e minha dermato, Dra. Karina Peisino (recomendo muito, amigas de Vitória/ES e região!), me explicou que uma pele hidratada recebe muito melhor os efeitos do ácido. Gente, é verdade! Uso ácidos no rosto há muitos anos (eu tenho uma grande cicatriz na testa e sempre tentei atenuá-la) e nunca tive o efeito que tenho agora. Vale a pena tentar!

Bem, uso o produto pela manhã após lavar a pele (já postei os produtos que uso pra higienização), mas o Wrinkle Filler pode ser usado tanto de dia quanto à noite. Após o creminho, uso normalmente o protetor solar e a make (pó e blush sempre!!!!). Aplico sempre fazendo movimentos de dentro pra fora, do nariz pra orelha, e abrangendo a pele da testa até o pescoço, tentando desfazer as marcas de expressão.

Ele é um creme bem fininho, textura suave, mas você deve se atentar à oleosidade da sua pele. Pra mim está funcionando. O valor é salgado, mas dura muuuuito tempo, pois espalha muito bem, paguei R$135,00 na farmácia Drogasil, mas vale a pena pedir pra alguém que for pra fora do país trazer pra você.
 
Se você não tem rugas ainda, acredito que esse produto não seja tão necessário, basta higienizar bem sua pele e mantê-la hidratada com produtos que sejam adequados para sua idade e tipo de pele. Lembrando que euzinha aqui já estou nos 30 e poucos!

Monte de beijos!!

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Blogterapia: a vida é tão frágil e passa tão rápido...

Olá, pessoal.

Hoje fiquei bastante comovida com a tragédia ocorrida com o Eduardo Campos, não por ter ocorrido com ele, pessoa pública, mas por perceber a fragilidade de nossas vidas. Na hora me lembrei da tragédia de avião que ocorreu há poucos dias na Ucrânia, que matou mais de 200 pessoas. Acho que nesse momento me passa um monte de eventos trágicos, inclusive os sofridos por mim e por minha família, as perdas repentinas e o medo de que algo ruim aconteça a alguém muito querido.

Amanhã é o aniversário de 2 anos do meu filho! Outro dia ele ainda se mexia em meu ventre e agora, como num piscar de olhos, ele já está com 2 anos! Tanto amor, tanto cuidado, tanto aprendizado...e pensar que a única certeza que temos na vida é a morte. 

Dado esses 2 eventos, um muito feliz e outro muito trágico, parei para pensar no quão a vida pode ser breve e como a gente deixa de aproveitar cada minuto, cada segundo numa tentativa frustrada de ser feliz. Frustrada porque criamos espectativas sempre além do alcançável, tudo nos leva a querer mais e mais não só "coisas", mas sentimentos. Criamos ideais de vida que talvez não sejam possíveis, não sejam reais, e perdemos tempo em busca de uma ilusão ao invés de aproveitarmos o aqui e agora.

As vezes as coisas pequenas e simples são as que mais nos deixam felizes. Hoje, por exemplo, foi ajudar meu filho em seu primeiro dever de casa. Sensação deliciosa de que ele está crescendo e eu o estou ajudando nessa difícil missão que é viver! Cada beijinho, cada olhar terno que ele me dá é um momento feliz e acredito que é nisso que devemos pautar nosso ideal de felicidade, porque a vida é muito breve, somos muito frágeis, ao mesmo tempo que estou aqui escrevendo pra vocês, amanhã posso não estar mais e, se não tiver aproveitado os momentos felizes, de quê vai ter valido viver?

Momentos com os amigos como os que tive agora na viagem ao Chile, momentos com minha família, com meu marido, tomar café da tarde com minhas amigas no estúdio todas as segundas e quartas e bater papo...a minha vida tem tanta coisa boa que preciso aproveitar, porque passa muito rápido e, nas perdas, ficarão as lembranças boas como as que tenho do meu avô, da minha madrinha...

Tomara que meu filho leve pra sempre em seu pensamento lembranças de bons momentos vividos comigo!

Que as famílias das vítimas da tragédia de hoje, e de quaisquer outras, tenham algum conforto em seus corações, seja da melhor forma que encontrarem. Muito difícil tentar dizer algo num momento assim, só posso sugerir que chorem, passem pelo momento do luto, mas que a fase das boas lembranças e da saudade chegue para todos e que a dor e o sofrimento possam diminuir. A vida continua para quem fica.

Monte de beijos!

Diário de viagem: Chile - Santiago (parte 2)

Oi, gente!

Já estou de volta ao meu lar, graças à Deus! Melhor que viajar é voltar para casa e ver meu filhotinho!!! Já o apertei, beijei, cheirei e tudo mais que eu consegui, mas ainda tenho muito o quê contar pra vocês da viagem.

Vamos lá! Falei dos shoppings de Santiago e esqueci de dizer que nos 2 que recomendei, além da Forever 21 e H&M, tem também Mango, Topshop, Fallabela, Gap, Guess, e mais um montão de lojas legais! Mas fiquem ligadas na conversão das moedas. Eu preferi levar dolar e foi a melhor escolha, o câmbio do dolar para pesos estava muito melhor que de reais para peso. A diferença era tanta que, quando o dolar acabou, o melhor foi pagar as contas com cartão de crédito, mesmo pagando 6% de IOF!

No Patio Bellavista, fomos num bar chamado Backstage. Comemos uma pizza de meio metro que estava divina!!
E experimentamos a bebida típica chilena, o Pisco. Gente, pra mim não rolou! O pisco é tipo uma cachaça de uva, com teor alcóolico altíssimo e é servido, geralmente, como uma caipirinha. Eu não gostei, mas vale experimentar. Fiquei tonta com 3 goles! Kkkkkkk!

Voltando ao bar, eu achei delícia até começar a banda a tocar... Meio breguinha, mas divertido! Kkkkkkkkkkkk!!! É bom chegar cedo para conseguir mesa, principalmente se você estiver num grupo muito grande.

Fui também a um restsurante chamado Eladio. Descobri esse restaurante no hotel, por acaso. Vi uma propaganda dizendo que o restaurante havia recebido um prêmio de melhor restaurante de carnes de Santiago, daí resolvemos conhecer. Ele não está na rota dos restaurantes mais conhecidos, recomendados pelos blogs famosos eestálocalizado em Bellavista, mas fora do Patio, mais próximo à entrada do Certo San Cristóbal. Foi uma deliciosa surpresa! Comida excelente, atendimento maravilhoso, ambiente agradável e vinho bom e mais barato que em todos os outros restaurantes que fomos!! 
 A boa do Eladio é pedir carne!! E como acompanhamento pedi champignon salteado e batatas salteadas. Estava divino!! 
   
Fui também a Viña Del Mar e Valparaíso. Valparaíso é uma cidade de trabalhadores do porto, super populosa, não é uma cidade bonita, tem um Mirante e uma das casas de Pablo Neruda, onde fica um museo e lojinha de souvenirs. Há o Museo da Marinha também e lá se encontra a cápsula que resgatou os mineiros soterrados numa mina lá no Chile, se lembram?
Esse sujeitinho pequeno na cápsula é meu marido tentando entrar nela...mas não cabe! Kkkkkkkkkk!!

Viña é à 5 minutos de Valparaíso e é o oposto! É uma cidade muito bonita, de população rica, com edifícios enormes e praias boas para banho. Tem restaurantes muito bons, embora sejam caros, mais que em Santiago. Tem um Cassino muito bonito e que funciona 24 horas. Vale a pena conhecer e brincar um pouquinho.


Alguns cuidados à tomar em Santiago:
1) cuidado com os taxistas. Eles costumam ser bem sacanas e ficam dando voltas ou não ligam o taxímetro. Entre no táxi e peça pra ligar o taxímetro!! 
2) no Chile, em todos os restaurantes é cobrado uma gorjeta (propina, em espanhol), geralmente é o mesmo valor daqui do Brasil, 10% sobre o valor da conta. Além disso, os prestadores de serviço, como os carregadores de malas, esperam uma gorjeta.
3) use o metrô em Santiago e preste atenção aos sentidos das linhas. O metrô é bom e atende boa área da cidade, mas a sinalização é meio deficiente. A cidade, em dias da semana, costuma ter muitos engarrafamentos, como qualquer outra capital, o que torna o uso do metrô muito mais eficiente. 
4)se for fazer passeios, barganhe o valor do transfer, você sempre conseguirá um bim desconto. 
5) leve dólares. A conversão de dólares para pesos costuma ser bem melhor e procure por casas de câmbio que sejam de confiança. Fiz meus câmbios na Afex.

O próximo post será sobre o Valle Nevado!!!!

Monte de beijos! 

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Diário de viagem: Chile - Santiago (parte 1)

Hola! Que tal?

Estou no Chile! Que delícia de lugar lindo! Santiago é uma cidade linda, muito arborizada, uma metrópole com ar europeu devido suas construções. Já pude perceber que as pessoas daqui são super patriotas e defendem sua pátria fielmente.
Pegamos uma chuva fina e chatinha na nossa primeira manhã, fez bastante frio cim muito vento...sofrimento na certa!

Vamos começar do começo. A ida pro Chile foi muito tranquila, os 2 vôos (Vitória/Rio, Rio/Santiago) foram maravilhosos, sem atrasos e sem turbulências, fator primordial para uma boa viagem de uma medrosa... Enfim, foi tudo perfeito. Por aqui, estamos hospedados em Providencia, que é um município nas cercanias de Santiago. Pra quem é de Vitória, é como se fosse a região da Grande Vitória. É um lugar muito bom pra ficar, pois tem muitos restaurantes e lojas de rua por perto e tem um shopping gigante e super moderno, o Costanera. Esse shopping tem anexo o edifício mais alto da região, que tem 62 andares e, em breve, inaugurará um mirante com vista espetacular pra Cordilheira dos Andes. Ah! Para as "gastadeiras" de plantão: nesse shopping tem H&M e todas as lojas legais possíveis e imagináveis!
Olha o prédio desse shopping:

No dia em que chegamos, fomos direto jantar no Patio Bellavista, que é um local cheio de restaurantes e lojinhas de souvenirs. 
 

Aliás, os restaurantes bons não estão apenas dentro do Patio, mas também no entorno. Na segunda noite, jantamos no restaurante Como Agua para Chocolate. Dica: faça reserva dias antes, pois o restaurante fica lotado todos os dias! Não é barato não, mas vale a pena!

Dia seguinte, city tour naqueles ônibus abertos, 20.000 pesos que valm a pena! Faça todo o trajeto para, na volta, ir parando nos pontos de maior interesse e voltando pro ônibus que passa de 10 em 10 minutos nos pontos específicos. Lugares em que descemos: Cerro San Cristóbal e Mercado de Peixe. No mercado, apenas paramos pra um aperitivo, pois não tivemos boas recomendações (roubo nas contas e preços muito acima do resto da cidade).
Entretanto, foi no Mercado que encontramos a empresa que nos fez o melhor preço pelo passeio na Vinícula Concha y Toro: 20.000 pesos por pessoa. O lugar mais barato! 

O Cerro vale muito a pena, mas atenção para os dias em que o Funicular (uma espécie de bondinho) funciona: nas segundas ele fica fechado, mas há umas vãns que levam a galera lá pra cima. A vista de lá é linda! Conseguimos ver a Cordilheira cheia de neve nessa época do ano.

Outro shopping muito legal é o Parque Arauco, nesse tem uma Forever 21 e todas as outras também, mas, para minha tristeza, nem tinha muita coisa legal na Forever...Snif!

Na manhã do segundo dia, fomos à Vinícula Concha y Toro. Lugar lindo, passeio gostoso, desgustação delícia e tem uma lojinha pra comprar vinhos e souvenirs. Muito legal a apresentação da lenda do Casillera del Diablo! Entretanto, um lugar bom pra comprar vinhos é no Jumbo, um grande supermercado da região (tem um no Shopping Costanera).

Nesse dia, ainda almoçamos no Restaurante Giratório. A comida é boa e a vista da cidade e da Cordilheira é linda! É muito importante fazer reserva com antecedência, pois o restaurante vive lotado, todos os dias e em qualquer horário. Fui no almoço e achei que valeu a pena pela vista maravilhosa!
A foto que está lá em cima, da torre do Costanera, foi tirada do Giratório. 

Bem, até agora achei a comida e a bebida caras. Nada é baratinho por aqui, mas vale a pena o investimento. Sobre nosso hotel nos primeiros dias de Santiago nem vou comentar porque foi caro e não gostei muito, ok, só a localização que era boa.

Hasta luego!

Un montón de besos!

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Mulheres livres avante!!

Bom dia, meninas!!

Todas já sabem que tenho por hábito "fuçar" a internet atrás assuntos interessantes e que somem alguma coisa as nossas vidas para serem abordados aqui no blog, né. Pois bem, ontem encontrei umas ilustrações sensacionais de uma artista chamada Carol Rossetti, mas não são ilustrações quaisquer, são para que, de uma maneira simples e eficaz, as pessoas compreendam que as mulheres tem liberdade de escolha sobre suas vidas. Achei demais! 

Já fiz alguns posts sobre as questões relativas à mulher, embora não seja feminista ativista ou radical. Exijo respeito as minhas opções e busco a felicidade como qualquer outra pessoa, seja homem ou mulher. O interessante dessas ilustrações é que abordam temas como questões de gênero, racismo, religiosidade, abusos, estética e aparência física...enfim, o legal é que, para incentivar o empoderamento feminino, ela usa ilustrações simples e frases certeiras, o que faz sua abrangência muito maior que discursos feministas tradicionais que vemos por aí. É quase a gente aqui, um papo com uma amiga!

Ah! A felicidade... O quê é a felicidade? Depende do que faz VOCÊ feliz e não o que faz os OUTROS felizes! Deu pra entender?

Segue aí algumas das ilustrações:
Me identifiquei com algumas ilustrações, gente. E vocês? Me contem?

Monte de beijos!